terça-feira, maio 23, 2006

VERGONHOSO, OBSCENO,E SOBRETUDO TRISTE...MUITO TRISTE!!!

O "debate" de ontem do prós e contras foi inclassificável!!!
Começamos por dizer que joprnalistas só lá estava um o Ricardo Costa, o resto era um pseudo político, um pseudointelectual e um pseudo pseudoqualquer coisa!!!!
Em seguida o livro só por si já é mau, centrar um debate nele é ainda pior!!!
O pseudopolítico é de uma falta de nível, de um egocentrismo e de uma incoerência que são extraordinários! Eu tenho vergonha que um ser abjecto, como este, possa ser representante do meu partido onde quer que seja!
Mas o pseudointelectual também não é melhor, pois utiliza o escudo do comentário político para dizer as maiores barbaridades, e enormidades, acerca de tudo e todos. E desta forma lá vai fazendo o mesmo que o pseudopolítico só que com mais habilidade!
O pseudopseudoqualquer coisa já não é nada senão um ponto de referência do passado e nem por isso muito bom porque se se recordarem da sic no seu tempo era a sic do pimba, do sensacionalismo político,da guerra dos shares em que tudo vale!
Engraçado não foi ele que ontem criticou o jornalismo manipulador?...não é o sensacionalismo uma forma de manipulação dos media?....
Por fim o Ricardo Costa, para mim uma refer~encia do jornalismo político em Portugal,um senhor e que fecha o programa com uma chave de ouro na resposta ao vergonhoso papel que o pseudopolítico estava a ter.
Enfim um serão triste o de ontem ,muito triste!!!!

5 comentários:

tiago m disse...

Ricardo Costa, vergonhoso. Mau policia, arrogante, jornalista de nome, que prefere espectáculo a informação, incapaz de reconhecer os seus erros. Em vez de querer investigar diz que Carrilho devia investigar o papel das agências de notícias no governo PS… Surreal, mas então quem é o jornalista?

Enfim, péssimos jornalistas, ou se calhar os jornalistas que merecemos.

Carminda Pinho disse...

Hugo
Não deves ter visto o mesmo programa que eu.
Então achaste o Ricardo Costa um senhor?
Bom é a tua opinião, mas olha que não que não foi a minha e de muitos portugueses que viram o programa.

hserejo disse...

CARMINDA O RICARDO COSTA NÃO É O MAIS ISENTO, COMO É ÓBVIO ,MAS É UM JORNALISTA POLÍTICO QUE MARCOU UMA ERA EM PORTUGAL AGORA DESCULPA LÁ MAS O CARRILHO E O SEU LIVRO E A FORMA COMO ESCAMOTEIA AS DECLARAÇÕES QUE FEZ SOBRE O SR DO PSD (DO QUAL ATÉ NÃO SOU GRANDE FÃ)E COMO SE DESRESPONSABILIZA DA FORMA VERDADEIRAMENTE MÁ COMO LEVOU A CAMPANHA A LISBOA, ATRIBUINDO SEMPRE AS CULPAS SOBRE OS MEDIA E OUTARS ENTIDADES É MUITO PIOR!!! E A RESPOSTA DO RICARDO COSTA A CARRILHO NO FIM É BEM DADA E MERECIDA!
EFECTIVAMENTE FOI É A MINHA OPINIÃO, ACHO MESMO QUE DE TODOS OS DO PAINEL O MELHOR ERA O RICARDO COSTA E QUE É UMA REFERÊNCIA DO JORNALISMO POLÍTICO DA ÚLTIMA DÉCADA. MAU OU BOM JÁ É COM CADA UM!!!

Nuno Roldão Mendes disse...

Caro Hugo,
Vou pedir à Sandra para marcar um café e conversarmos sobre a ideia, pode ser?

Um abraço.

Mendonça disse...

"Péssimos jornalistas ou jornalistas que merecemos"? É bom que se fale, discuta e compreenda como se elabora uma notícia, faz uma reportagem ou estrutura uma investigação!

Caro Tiago M,
O jornalismo português não é só feito de "Ricardos Costas". Isto é, de editores, chefes de redacção ou directores. O mundo dos media é composto por milhares de jornalistas anónimos a quem o leitor nunca viu a cara. São eles que sofrem na pele os intermináveis dias de trabalho, as pressões de quem quer esconder e são obrigados a gerir um conjunto de premissas que escapam a toda a gente que está desse lado.

O erro faz parte da vida, mas como alguém disse um dia: até no erro o bom jornalista tem que ser coerente. A coerência do método não pode legitimar uma conclusão errada, mas explica em grande medida a grandeza dos bons profissionais.